sábado, 27 de julho de 2013

Um homem de sonho III

Saudações Amantes da Irmandade,

saudades da Vina? Espero que sim, este é o penúltimo capitulo desta história, amanha...virá o ultimo *sorriso*   obrigada a Etelvina Fonseca por esta maravilhosa história :)


Acordei por volta das 9 horas, banho,pequeno almoço,escovar os dentes e trabalhar. O movel tocou. Era ele, com um sorriso respondi.
         -Olá, estava a pensar que já me tinhas esquecido. Já chegaste? Chegaste bem? Porque é que só me ligaste agora?-Disse séria.
         -Uou,uou,uou. Mais de vagar, uma pergunta de cada vez fêmea. 1º sim já cheguei, 2º cheguei bem, 3º só liguei agora porque houve uma complicação cá em casa.
         -Sim, que tipo de complicações, é muito grave? Não é nada contigo, pois não?
         -Não, não é nada comigo, é só um irmão ferido, nada de mais . É o pão nosso de cada dia cá em casa.
         -Mas acontece muito? Quero dizer os ferimentos,  tu ficas muitas vezes ferido?E qul a gravidade dos ferimentos? Merda, desculpa, mas eu fico preocupada contigo. Não te quero ver ferido.Lá estou eu outra vez, desculpa.
-        Não faz mal, eu gosto que te preocupes comigo, sinto-me um gigante quando te preocupas comigo. O que estás a fazer agora minha fêmea?
-        Vou trabalhar, acabei de entrar no carro,  mas descansa não esta em movimento, e tu o que andas a fazer?
-        Estou deitado, já tomei banho e agora estou deitado a pensar em ti. Hum, estou a pensar no que fizemos durante a noite. Gostaste leelan? Porque eu adorei e quero mais, estou louco para que chegue a noite. Ah espera bolas, hoje vou ter que ir fazer a ronda por isso, vou ter que ficar pouco tempo contigo.
-        Oh, - fiquei triste, queria que ele ficasse comigo a noite toda – vais ter que ir lutar, eu não quero ficar longe de ti já estou com saudades tuas . Hum , e sim quero mais. Só de pensar fico cheia de desejo.
-        Hummmmm, parece que estou a sentir o teu cheiro. Estou a ficar duro só de pensar. A que horas sais do trabalho, por volta das 8 horas começa a escurecer. Eu posso estar contigo até a meia noite, o que achas.
-        Bom eu saio as sete e meia, se tu vens as oito dá para fazer o jantar o que queres comer hoje. Eu faço uma lasanha que comer e chorar por mais. O que achas? Queres jantar comigo, queres que eu cozinhe para ti, meu amor?
-        Repete o que disseste leelan?
-        O quê? Queres que eu cozinhe para ti meu amor?
-        Eu gosto de te ouvir chamares de amor.
-        Sim, não me achas parva. Sabes o meu ultimo namorado, não gostava que eu falasse assim. Acho que ele tinha vergonha de mim,  por ser negra e não ser tão bonita. Acho que só gostava que cuidasse do filho dele, bom eu também gostava e o pequenito também. Mas  não me ligava, não gostava que eu lhe telefonasse. Já não saiamos nem fazíamos o amor. Mas o que eu estou a falar, falemos de outra coisa.
-        Não eu estou a gostar de te ouvir. Esse teu ex – amante era um grande anormal, tratar uma fêmea como tu dessa maneira se o apanhasse a minha frente arrancava-lhe a cabeça  e depois de tudo ainda ter-te enganado, estou a ficar furioso.- Grunhiu.
-        Não vale a pena, falarmos desse anormal. E eu não quero que sujes as tuas mãos com aquele monte de merda. Bom meu amor, tenho que ir trabalhar, já estou atrasada. Até logo.
-        Bom leelan, até logo não te quero atrasar. Vai ter com as tuas crianças, mas sabes que eu estou com ciumes deles.
-        Não sejas parvo, são apenas crianças e nem são minhas de verdade, é só por algumas horas. E eu amo-te. Quero dizer adoro as minhas crianças mas tu és diferente. Tu és meu e só meu.
-        Eu também, amo-te e gosto que queiras que eu seja teu.
      Dito isto, desliguei e  fui directo para o trabalho, ele é que me ligou na hora de almoço. Falamos muito, sobre tudo e mais alguma coisa. Assuntos importantes e menos importantes.Quando o dia acabou fui ao supermercado comprar o jantar para o meu Homem. Mas que coisa, menos de 24 horas e já estou caidinha por ele. Se não der certo, vai doer como a merda. Deus faz com que ele não me magoe como o meu ex-namorado.
      Acabei de fazer o jantar mesmo a tempo era oito e meia e lá estava ele. Danger era uma presença no meio da minha sala, era tão grande quero dizer eu tenho 1,76 mas ele deve chegar aos 2,10. Dei-lhe um abraço e ele baixou a cabeça para me dar um beijo.
-        Tive saudades tua.-Disse ele.
-        Hum, eu também tive saudades tuas meu amor. Estás com fome, porque eu estou faminta.
-        Estás triste, não estás com boa cara, leelan.
-        Não é nada, é só coisas do trabalho.
-        Conta-me? Eu quero saber?
-        Sabes, está a acabar o ano lectivo e os meninos da minha sala vão todos para o jardim de infância. Sabes normalmente as educadoras e as auxiliares, mudão de sala juntamente com as crianças mas a minha patroa não quer que eu vá. Hoje tive que leva-los para a outra , quando os deixe choraram tanto que me partiram o coração. Tive a chorar até á pouco. Não gosto desta situação, não gosto de vê-los chorar, a sofrer sabes. Faz-me chorar e sofrer. Mas lá estou eu a falar dos meus problemas em vez de me concentrar em nós.
-        Leelan. Não gosto que estejas a sofrer.
-        Deixa, eu,... (solucei e ele me abraçou com os braços fortes e eu senti-me protegida). Sabes eu acho que me vou embora, discuti com a minha patroa ela só pensa em dinheiro não nas crianças. Ela acha que aquele espaço tem que ser um deposito de crianças e não um espaço de convívio ou de aprendizagem, por ela... lá estou eu a falar de mais, vamos jantar antes que tenhas que ir embora.
-        Não, tu tens que desabafar e eu estou aqui para te ouvir e te dar colo. Tu estás a dizer que vais deixar o teu trabalho, para onde vais?
-        Não sei, vou ficar desempregada, nesta altura os quadros dos infantários já estão completos. Não sei o que faço da minha vida. Ainda tenho algum dinheiro guardado, dá para me aguentar durante algum tempo.
-        Vem morara comigo, sim na mansão. Eu falo com o meu rei de certeza que ele vai deixar. E tu podes ajudar a Marissa no lugar seguro, ela tem lá crianças que precisam de actividades.
-        Lugar seguro o que é isso?
-        É um lugar onde fêmeas e as suas crias vão para se protegerem dos hellrens que os maltrata. É um sitio protegido onde eles não então, se sabem o que é seguro para eles.
-        Morar contigo? Será que irias aguentar ficar comigo, e as minhas manias?
-        Claro que sim és linda, e adoraria aturar as tuas manias e as tuas merdas. Eu amo-te minha leelan.
-        Mas olha lá, o que é que quer dizer essa palavra, leelan? Não me estás a chamar um nome feio pois não?
-        Não, meu amor.Quer dizer meu amor, minha amada na minha língua. Agora vamos jantar e depois vamos arrumar as tuas coisas para irmos embora.
-        Embora, não espera eu ainda estou empregada, e ainda falta duas semanas para as minhas crianças mudarem de sala. E eu,... eu quero estar com eles até se mudarem. Depois despeço – me, prometo.
       Dito isso, ele acenou e disse que assim poderia falar com o rei, e teríamos tempo para arrumar as minhas coisas com cuidado e pôr a minha casinha para vender.
-        Hum, a tua lasanha tem muito bom especto e cheira bem. Vamos ver o sabor.
-        Espero que gostes, é a minha especialidade lasanha de atum, com uma salada de tomate, sobremesa fiz uma mousse de manga, - revirou os olhos – sim fiz a pensar em ti. Sim e na noite de ontem.
       Jantamos conversamos, quando acabamos, bocejei.
-        Estás cansada? - acenei -  Então vou te dar um banho e depois vamos deitar-te, queres?
-        Siiiiim, - disse arrastando as palavras.
       Ele deixou-me na casa de banho, dizendo que não iria aguentar e não me montar. Tomei um duche rápido,seque-me, vesti-me na casa de banho e ele ajudou – me a deitar, dormi passado pouco tempo, com a promessa que voltaria antes do sol aparecer no horizonte para que eu me certificasse que estava bem.

       Disse uma palavras que não percebi, deu- me um beijo e foi para a noite .


*Nasan

3 comentários:

A Mansão está a ficar extremamente povoada! Será que há quartos para toda a gente? ;P

Haverá um quartito para mim ? nasan...??!! alô...??!! mexe-te e arranja um quartito para mim... afinal toda a gente vai para lá (ught!!!!)
continua Vina...quero mais do que é BOM!

lol a Mansão é mesmo XXL Hahahaha epa, vou ver o que posso fazer...quem sabe uma pequena visita a mansão? Um romance relâmpago? *riso* Ando a preparar algo, espero que tenham gostado desta historia enviada pela Etelvina :) o próximo capitulo e ultimo ja está disponível :)

*nasan