terça-feira, 3 de setembro de 2013

A Força do Amor IV

Saudações Amantes da Irmandade!

Prontos para mais uma leitura? *riso*

A médica saiu rapidamente, a enfermeira cujo nome era Elehna continuou o exame. Blake ouviu vozes de surdina.
- Como é que ele está?
 - Bem, e acho que podem falar com ele, mas não o cansem muito.
 - Obrigada Jane. Nós só queremos confirmar o que disseram os irmãos dele. Já vigiamos a casa deles. Descobrimos que vivem de maneira simples e a única pessoa que encontrámos foi uma fêmea…
Algum tempo depois a voz ganhou corpo. Um macho enorme com olhos azuis brilhantes, corte militar vestido de cabedal entrou no quarto.
 - Olá, eu sou Thorment, filho de Harm. Como te sentes?
- Bem, mais ou menos senhor.
- Qual é o teu nome civil?
 - Blake senhor, filho de sangue de Ethan.
O guerreiro assentiu.
 - Ouve, com certeza sabes que a guerra está cada vez mais perigosa. Com tudo o que aconteceu no outono neste momento qualquer ameaça que recaia sobre o nosso rei deve ser imediatamente neutralizada e eliminada. Compreendes isso, não compreendes?
Blake assentiu.
       - Muito bem. Então vou fazer-te a mesma pergunta que fiz aos teus irmãos. Trabalhas para o Xcor?
 - Não – respondi firmemente, esperando que acreditasse em mim. – Eu não trabalho para esse tal Xcor nem para ninguém. Luto para vingar a minha família e a família da minha amada shellan que foram assassinadas nos ataques do verão passado.
 - Muito bem. Então explica- me o que aconteceu. – exigiu.
 - Nós saímos para lutar, como fazemos quase todas as noites…
 À medida que ia explicando tudo o que se tinha passado outros Irmãos, incluindo aquele que tinha ajudado, foram entrando no quarto. Um deles tinha um longo cabelo que lhe caia pelas costas, usava uns óculos de sol pretos, estava vestido com cabedal também negro e era conduzido por um cão de pêlo louro. O rei.
Quando o rei entrou todos se calaram incluindo Blake. Depois o rei falou.
 - Soube que te sacrificaste para ajudar um dos meus guerreiros – disse com voz imperiosa e autoritária.
De seguida voltou a frisar o que o guerreiro Thorment tinha dito sobre a guerra e o tal Xcor.
 - Eu não trabalho para esse Xcor. – disse Blake. E repetiu toda a história que tinha contado ao Irmão.

 - Ainda assim – continuou o rei interrompendo-o - ajudaste o irmão da minha amada shellan e por isso agradeço-te.

1 comentários:

O Blake está bem! Mas tenho pena da shellan dele que ficou um mês sozinha, provavelmente muito preocupada e ainda por cima grávida...
De qualquer maneira quero ver como a história acaba ^^