Na Sombra do Amor

Na Sombra do Amor e/ou eBook
Irmandade da Adaga Negra - Volume VI
de J. R. Ward; Tradução: Dina Antunes

Seis guerreiros vampiros, amantes perigosos numa colecção poderosa
Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 680
Editor: Casa das Letras
ISBN: 9789724620589

Sinopse

Em Caldwell, Nova Iorque, a guerra entre vampiros e os seus assassinos torna-se mais sangrenta e perigosa. A única esperança é um grupo secreto de irmãos - vampiros guerreiros, acérrimos defensores da sua raça. E Phury é o mais fiel à Irmandade da Adaga Negra.
Casto e leal, Phury sacrifica-se pela raça, assumindo a responsabilidade de dar origem a toda uma nova geração de vampiros guerreiros que continuará a proteger a raça e a manter vivos os costumes. No entanto, Phury terá de enfrentar a voz interior que o atormenta e combater o vício que o afasta da batalha cada vez mais sangrenta entre vampiros e os seus inimigos. Mas a sua única salvação é um amor proibido que pode condenar toda a raça.
O desejo que Cormia sente por Phury vai muito para além da obrigação e do futuro da raça. Dividida entre a responsabilidade e o amor pelo macho que tem de partilhar com as fêmeas escolhidas, Cormia esforça-se por se conhecer a si própria e salvar o seu amado.



Classificação: 4/5


Cada livro da colecção da Irmandade da Adaga Negra centra um dos Irmãos, ou seja, um dos Guerreiros desta Irmandade. O sexto livro, Na Sombra do Amor, é sobre Phury, o Irmão com um grande vicio.

Phury é um vampiro muito altruísta. Passou a sua pós-transição à procura do irmão desaparecido, salvou-o e sacrificou a sua perna e o seu amor por ele, mas todo este altruísmo tem uma consequência. Phury é viciado em álcool e fumo vermelho, uma droga vampirica. O último ato altruísta de Phury foi substituir Vishous enquanto Primale.
Cormia é uma Escolhida da Virgem Escrivã e é eleita Primeira Companheira do novo Primale, no entanto Cormia nunca viveu satisfeita enquanto Escolhida e é preparada, contra a vontade, para o seu destino.
Quando Phury entra na sala onde deve consumar a cerimónia enquanto Primale, encontra uma Escolhida acorrentada e assustada. Incapaz de a magoar, Phury leva Cormia para o Outro Lado, mas sempre sem consumar algo com esta.
Com o passar do tempo, Cormia deixa de temer Phury e começa a desejá-lo, mas sente que o Primale está longe da sua posse devido ao amor que o mesmo nutre por Bella, a sua cunhada.
Phury continua envolvido no seu vicio e começa a cometer graves erros que quase lhe custam a vida e que chegam mesmo a custar-lhe a confiança da Irmandade e o seu posto enquanto Irmão. Lutando com a voz na sua cabeça que afirma que o mesmo não é merecedor de amor, Phury dá uma no cravo e outra ferradura com Cormia, deixando a Escolhida sem saber o que pensar.
Enquanto isto, um novo mal surge, um ente saudoso regressa, outro vive e o caos instala-se no mundo dos vampiros. 
Será que Phury irá deixar o vicio e assumir o seu amor? E como ficará o seu papel enquanto Primale?

Se algum leitor já teve problemas com qualquer vicio, poderá rever-se em Phury. Durante todo o livro Phury é o típico viciado que não consegue manter uma única promessa quando a mesma está relacionada com o seu vicio. No entanto, o lado bom de Phury sobressai sempre e o mesmo continua a preocupar-se mais com os outros do que consigo mesmo.
Cormia é tudo o que uma Escolhida não devia ser, uma fêmea de personalidade forte e independente, que nada tem a ver com a sua beleza angelical e frágil. Mesmo sendo forçada a assumir o papel de Primeira Companheira do Primale, Cormia acaba apaixonada por este e, como quando se ama, passa a querer o Primale só para si. No entanto, o dever sobrepõe-se ao amor e Cormia decide prescindir do seu para o bem da raça.
A história de amor destes dois é bonita, mas pouco explorada. Lembro-me que, sempre que um capitulo sobre estes dois estava a ficar entusiasmante, de seguida tínhamos vários capítulos com outros personagens. Tal como o vicio de Phury, penso que este é tratado de forma muito rápida. Nem tanto ao céu nem tanto à terra, digo eu. No entanto não consigo dar menos de um 4 a este livro, pois cada capitulo nos prende completamente- É também um livro repleto de acção, talvez seja o livro com mais ação de todos os livros até agora desta colecção. Para além disso segredos vão ser revelados, sejam eles de Rehvenge, de Blaylock, ou até de Lash...

0 comentários: